entrevista com a banda de rock: "acústicos e valvulados"

Nossa entrevista de hoje é com os integrantes da banda de Rock: Acústicos e Valvulados. A banda surgiu em Porto Alegre, no ano de 1991. É uma banda irreverente que marcou e ainda marca a adolescência e a vida de muitas pessoas.


Amanda: Gostaria de agradecer a participação de vocês para a página de entretenimento Chocolate Com Pimenta 0106. A banda gaúcha Acústicos e Valvulados já está há bastante tempo na estrada. Como surgiu a ideia de criar uma banda de Rock?


Banda Acústicos e Valvulados: Festas, gurias, loucuras em geral...hahaha E a gente é muito fã de Rock, desde sempre. Então acabamos nos encontrando, sacando que a gente curtia as mesmas coisas, e começamos a tocar. Sem compromisso, atrás de diversão mesmo.


Amanda: Vocês poderiam imaginar que a banda seria um grande sucesso?


Banda Acústicos e Valvulados: Não, a gente nunca pensa nisso no princípio. O importante é fazer música mesmo, curtindo, do nosso jeito, sem saber onde vai parar. Por sorte, as coisas tem rolado bem, e a gente vive fazendo o que mais gosta!


Amanda: A música "Suspenso no Espaço" é uma das mais memoráveis e com certeza marcou a vida de muitas pessoas. Essa música foi inspirada em alguma situação ou em alguma pessoa específica? Nos falem mais sobre a história dessa música.


Banda Acústicos e Valvulados: A inspiração surge de vários lances, várias situações. Suspenso no Espaço tem uma personagem, uma "bad girl", que é meio realidade, meio ficção. Começou mesmo enquanto ouvíamos uma entrevista no rádio, com uma guria que dizia achar normal beijar um amigo, etc. A partir disso fomos desenvolvendo a letra, cheia de imagens malucas, mas que no fim das contas funcionaram bem juntas.


Amanda: Qual foi o show mais memorável da banda?


Banda Acústicos e Valvulados: Foi a nossa primeira vez no Ginásio Gigantinho, em Porto Alegre, em 1998, ao lado do Pato Fu e Paralamas. Era lá que íamos assistir os grandes shows na nossa adolescência, então foi muito impressionante ver aquele lugar lotado, fazendo barulho, só que agora em cima do palco.


Amanda: Em relação ao novo álbum de vocês: Meio Doido e Vagabundo - O Fino do Rock Mendigo - Acústicos & Valvulados. Como iniciou esse projeto?


Banda Acústicos e Valvulados: Surgiu na estrada, com o clima dos shows, da banda tocando ao vivo. Fizemos uma tour bem grande depois que saiu o disco "Grande Presença!" (2010), e esse espírito estradeiro é bem presente no novo álbum. O título é uma brincadeira nossa, uma ironia, na real...Todo mundo sabe que, enquanto a moda é “ostentar”, o Rock anda mendigando, na sarjeta, matando cachorro a grito. E a estrada nos mostra isso todo fim de semana, na prática. É uma espécie de “anti-glamour”, com nego anunciando a morte do estilo toda hora...Mas pra gente tá OK, não vamos ficar chorando pelos cantos. Esse é o nosso jeito de encarar a coisa, vamos rir, vamos mandar um grande foda-se, vamos tirar sarro da história toda, e da nossa própria história também! Para fechar com chave de ouro, brilhou uma referência à clássica coleção de LPs “O Fino da Fossa”, que trazia na capa o mestre Paulo César Pereio, e assim nasceu “O Fino do Rock Mendigo”.


Amanda: Para finalizar gostaria que vocês colocassem algum trecho de música que marcou a história da banda. (Pode ser de qualquer ano. Mas algum trecho que seja realmente especial para vocês.)


Banda Acústicos & Valvulados"Se eu quero me estragar, me estrago muito bem. Se eu quero descansar, descanso e o que é que tem? Se eu quero me quebrar me quebro até cansar. Se eu quero me mexer, me mexo até a hora de parar!".

Write a comment

Comments: 0